segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Press release USBA

EM BUSCA DA ONDA PERFEITA
OS DESPORTOS DE ONDAS E A SOCIEDADE AÇORIANA: PERSPECTIVAS ECONÓMICAS E
PRESERVAÇÃO AMBIENTAL PARA UM DEESENVOLVIMENTO SUSTENTADO.
PRESS REALESE

Realizou-se no passado sábado dia 4 de Dezembro, no Teatro Ribeiragrandense, a conferência/debate Em Busca da Onda Perfeita – Os Desportos de Ondas e a Sociedade Açoriana: Perspectivas Económica e Preservação Ambiental para um Desenvolvimento Sustentado, uma organização da USBA – União de Surfistas e Bodyboarders dos Açores.
Presidiram à mesa de honra o Exmo. Sr. Secretário Regional da Economia, Dr. Vasco Cordeiro; o Exmo. Sr. Subsecretário Regional das Pescas, Comandante Marcelo Pamplona e o Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande Dr. Ricardo Silva. Na cerimónia de abertura o Sr. Secretário Regional da Economia referiu que os Açores “têm vindo a despertar para a importância do Mar fora das suas áreas tradicionais” e para “o desafio de transformar esse potencial em desenvolvimento, postos de trabalho e riqueza”. Os desportos de ondas são exemplo dessas áreas não tradicionais e marca da sua importância é o “papel que podem ter no âmbito do Turismo”, o Secretário deu assim um sinal claro do valor que o Governo Regional dá a este sector no desenvolvimento económico da região.
Na conferência participaram cerca de dezassete conferencistas, especialistas em diversas áreas desde a economia à sociologia, passando pela geografia, o ambiente, as pescas, o associativismo, etc. Entre outras matérias, trataram-se assuntos ligados com a valorização e a preservação dos locais onde se praticam desportos de ondas referindo-se a necessidade da criação do conceito de santuários do surf e a sua promoção no cartaz turístico da região, promovendo-se os Açores como uma experiência de surf vasta e integrada, conciliando a qualidade das ondas com a beleza natural, a segurança do destino e componentes culturais e de vivência.
Por outro lado debateu-se a importância do movimento associativo no desenvolvimento do Surf e do Bodyboard e o seu papel na criação de linhas de comunicação entre os seus praticantes e os principais organismos decisores da administração local e regional. Potenciando-se assim avanços tanto do ponto de vista da vigilância ambiental, do desenvolvimento de acções de âmbito social e pedagógico como na promoção de desenvolvimento económico.
A destacar também a apresentação por parte da associação S.O.S. – Salvem o Surf de uma proposta alternativa ao projecto de melhoria do porto de pesca de Rabo de Peixe baseada no modelo de recife artificial que poderá apresentar-se como uma opção importante na procura de uma solução técnica para o investimento no local que seja equitativa e salvaguarde todos os interesses envolvidos, tanto dos pescadores, como dos praticantes de desportos de ondas e do Governo Regional.
Foram também discutidas as linhas orientadoras de um futuro plano estratégico regional para os desportos de ondas dos Açores que partindo do estudo dos locais em que estes desportos são praticados e da sua envolvente social, ambiental e económica estabeleça as directrizes para umaproveitamento dos potenciais da região nesta área e potencie o seu efeito multiplicador de riqueza. A USBA estabeleceu já contactos com a Universidade dos Açores e com o ISEG no sentido de avançar em breve com este estudo tornando assim os Açores numa região piloto nesta área.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Por opção editorial, o exercício da liberdade de expressão é permitido, excluindo,todos os comentários anónimos com linguagem inapropriada, considerada abusiva, que serão imediatamente apagados. Nas caixas de comentários abertas ao público disponibilizadas pelo Wave Riders Açores em www.waveridersacores.com. Os textos aí escritos podem, por vezes, ter um conteúdo susceptível de ferir o código moral ou ético de alguns leitores, pelo que o Wave Riders Açores não recomenda a sua leitura a menores ou a pessoas mais sensíveis.

As opiniões, informações, argumentações e linguagem utilizadas pelos comentadores desse espaço não refletem, de algum modo, a linha editorial ou o trabalho do Wave Riders Açores.

O Wave Riders Açores reserva-se o direito de proceder judicialmente ou de fornecer às autoridades informações que permitam a identificação de quem use as caixas de comentários em www.waveridersacores.com para cometer ou incentivar atos considerados criminosos pela Lei Portuguesa, nomeadamente injúrias, difamações, apelo à violência, desrespeito pelos símbolos nacionais, promoção do racismo, xenofobia e homofobia ou quaisquer outros.