quarta-feira, 28 de abril de 2010

Carlos Burle 1.º campeão mundial de ondas grandes

"Carlos Burle foi coroado no passado Sábado na Surfing Heritage Foundation em San Clemente, na Califórnia como o primeiro Campeão Mundial de Ondas Grandes.

O big rider brasileiro foi o grande destaque do passado Inverno que contou com ondulações fantásticas em spots como Mavericks, Waimea, Todos-os-Santos ou Teahupoo, cortesia do fenómeno climatérico “El Nino”.

Burle foi o mais consistente dos surfistas ao qualificar-se para todas as finais dos eventos de ondas grandes realizados que fizeram parte do primeiro Big Wave World Tour: Quiksilver Ceremonial Punta de Lobos, no Chile, Billabong Pico Alto Invitational, no Peru, Mavericks Surf Contest, na Califórnia e o Todos Santos Big Wave Event, no México.

O novo campeão mundial ultrapassou assim o havaiano Mark Healey que venceu o evento de Todos-os Santos e ficou em 4º lugar no Billabong Pico Alto Invitational.

“Aquilo que estou a receber esta noite não me pertence. Pertence a todos vocês. Não é meu, não é vosso, pertence ao nosso desporto”, afirmou Burle, chamando os restantes finalistas para celebrarem consigo o prémio.

Nos restantes lugares da classificação, Chris Bertish ficou em 3º, Grant ‘Twiggy” Baker em 4º, Peter Mel em 5º e Shane Desmond em 6º.

Todos eles têm acesso directo aos cinco eventos do Big Wave World Tour deste ano."



Fonte e texto original: Surf Total

Sem comentários:

Publicar um comentário

Por opção editorial, o exercício da liberdade de expressão é permitido, excluindo,todos os comentários anónimos com linguagem inapropriada, considerada abusiva, que serão imediatamente apagados. Nas caixas de comentários abertas ao público disponibilizadas pelo Wave Riders Açores em www.waveridersacores.com. Os textos aí escritos podem, por vezes, ter um conteúdo susceptível de ferir o código moral ou ético de alguns leitores, pelo que o Wave Riders Açores não recomenda a sua leitura a menores ou a pessoas mais sensíveis.

As opiniões, informações, argumentações e linguagem utilizadas pelos comentadores desse espaço não refletem, de algum modo, a linha editorial ou o trabalho do Wave Riders Açores.

O Wave Riders Açores reserva-se o direito de proceder judicialmente ou de fornecer às autoridades informações que permitam a identificação de quem use as caixas de comentários em www.waveridersacores.com para cometer ou incentivar atos considerados criminosos pela Lei Portuguesa, nomeadamente injúrias, difamações, apelo à violência, desrespeito pelos símbolos nacionais, promoção do racismo, xenofobia e homofobia ou quaisquer outros.