segunda-feira, 26 de agosto de 2013

O Campeão Açoreano de Bodyboard, Rodrigo Rijo em 5º lugar na 3ª etapa do Campeonato Nacional Open de Bodyboard

Foto: Marco Rufino 
Rodrigo Rijo a voar nos quartos de final.

O Campeão Açoreano de Bodyboard, Rodrigo Rijo, de 18 anos, conseguiu um 5º lugar na 3ª etapa realizada na Praia Grande em Sintra do Campeonato Nacional Open de Bodyboard denominado "Bodyboard Pro Tour."

O próprio mostra-se satisfeito "Fico satisfeito pelo lugar alcançado. O meu 1º dia de prova foi uma autêntica missão. Pouco descansei e surfei 3 rondas em condições  muito difíceis. No heat dos quartos de final tive muito azar, o mar estava muito mau e não me consegui encontrar com as ondas. Agora é repousar e treinar para o Campeonato Mundial que começa esta terça-feira, dia 27 de Agosto, também na Praia Grande, Sintra."

Rodrigo ainda acrescenta: "Quero agradecer o apoio dos meus amigos e família, bem como à Direção Regional da Juventude, Junta de Freguesia do Livramento, SATA e Ricardo Fonseca por tornarem esta viagem possível."

Sem comentários:

Publicar um comentário

Por opção editorial, o exercício da liberdade de expressão é permitido, excluindo,todos os comentários anónimos com linguagem inapropriada, considerada abusiva, que serão imediatamente apagados. Nas caixas de comentários abertas ao público disponibilizadas pelo Wave Riders Açores em www.waveridersacores.com. Os textos aí escritos podem, por vezes, ter um conteúdo susceptível de ferir o código moral ou ético de alguns leitores, pelo que o Wave Riders Açores não recomenda a sua leitura a menores ou a pessoas mais sensíveis.

As opiniões, informações, argumentações e linguagem utilizadas pelos comentadores desse espaço não refletem, de algum modo, a linha editorial ou o trabalho do Wave Riders Açores.

O Wave Riders Açores reserva-se o direito de proceder judicialmente ou de fornecer às autoridades informações que permitam a identificação de quem use as caixas de comentários em www.waveridersacores.com para cometer ou incentivar atos considerados criminosos pela Lei Portuguesa, nomeadamente injúrias, difamações, apelo à violência, desrespeito pelos símbolos nacionais, promoção do racismo, xenofobia e homofobia ou quaisquer outros.