quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Ronaldo Matos, o "Ronaldo" açoriano do Longboard

Por Rui Álvares Cabral

Quem, como eu, já teve a possibilidade de estar dentro de água, e viu o Ronaldo a surfar, de certeza que não se vai esquecer tão cedo, pois é uma experiência de contemplação da arte de bem surfar num longboard. Pode-se caracterizar o surf do Ronaldo, como uma mistura de manobras clássicas, que nos remetem para famosos longboarders californianos dos anos 60, com manobras progressivas, próprias da irreverência de um jovem de 20 anos. O Ronaldo com apenas 2 anos de prática da modalidade, faz transparecer ser fácil, manobras de uma grande dificuldade de execução.

Foto - Ronaldo num clássico DropKnee cutback

Fiquem com a entrevista a Ronaldo Matos, um jovem humilde e talentoso de 20 anos, natural dos Mosteiros, ilha de São Miguel, que procura apoios que lhe permitam voar mais alto e participar no campeonato nacional, e quem sabe, num futuro próximo, num circuito europeu e mundial.

- Há quanto tempo praticas longboard?

Pratico longboard há 2 anos e tal

- Porque é que escolheste o Longboard?

Escolhi o longboard porque desde que experimentei gostei, e nunca mais parei, e sempre gostei de surfar com pranchas maiores


Foto - Ronaldo a executar um Hang Ten

- Tens algum longboarder favorito que te inspire a surfar?

O meu longboarder preferido é o Joe Aaron, é nele que me inspiro .

- Quais são os teus objectivos na modalidade?

Os meus objetivos são chegar a ser campeão nacional e um dia estar a competir no mundial de longboard.

- Já participaste de alguma prova do campeonato nacional da modalidade?

Nunca competi fora daqui (ilha de São Miguel), e também nunca viajei .Gostava muito mesmo de competir no nacional mas não tenho possibilidades de ir.

Foto - Ronaldo num pino no nose da prancha

- Quais as tuas manobras favoritas?

Gosto de fazer o pino no nose, e fazer hang 10 e hang 5

-Quais as ondas a nível mundial que gostarias de surfar de longboard?

Gostaria "bué" de ir à China surfar a onda onde fazem o mundial, adorava ir ao Havaí , Indonésia, Califórnia e a outros sítios.

Foto- Ronaldo numa potente rasgada de frontside

- Tens apoios suficientes para a prática da modalidade?

Não tenho apoios suficientes, por isso nunca consigo ir competir para fora, já estou a tentar há dois anos e nada.

Foto - Ronaldo a surfar em "casa" a potente onda do porto dos Mosteiros

Foto - Ronaldo à espera das ondas e também de mais apoios que lhe permitam alcançar outros patamares na modalidade




Sem comentários:

Publicar um comentário

Por opção editorial, o exercício da liberdade de expressão é permitido, excluindo,todos os comentários anónimos com linguagem inapropriada, considerada abusiva, que serão imediatamente apagados. Nas caixas de comentários abertas ao público disponibilizadas pelo Wave Riders Açores em www.waveridersacores.com. Os textos aí escritos podem, por vezes, ter um conteúdo susceptível de ferir o código moral ou ético de alguns leitores, pelo que o Wave Riders Açores não recomenda a sua leitura a menores ou a pessoas mais sensíveis.

As opiniões, informações, argumentações e linguagem utilizadas pelos comentadores desse espaço não refletem, de algum modo, a linha editorial ou o trabalho do Wave Riders Açores.

O Wave Riders Açores reserva-se o direito de proceder judicialmente ou de fornecer às autoridades informações que permitam a identificação de quem use as caixas de comentários em www.waveridersacores.com para cometer ou incentivar atos considerados criminosos pela Lei Portuguesa, nomeadamente injúrias, difamações, apelo à violência, desrespeito pelos símbolos nacionais, promoção do racismo, xenofobia e homofobia ou quaisquer outros.