quarta-feira, 29 de agosto de 2018

O açoriano Nicolau Filipe, ocupa a 2ª posição no campeonato nacional de Longboard Sub 18

Por Rui Álvares Cabral


Nicolau Filipe, um jovem micaelense de apenas 16 anos, já é um talento confirmado no panorama do Longboard nacional. Neste momento e após a última etapa, que se realizou em Aveiro, em que conquistou o 1º lugar, ocupa a 2ª posição no ranking do campeonato nacional na categoria sub 18 e, está em 4º na categoria open. Um feito digno de registo, para um jovem talento que necessita de mais apoios/patrocínios para correr o circuito nacional.

Foto - Nicolau num DropKnee cutback


- Há quanto tempo praticas longboard?
Pratico longboard há cerca de 4/5 anos

- Porque é que escolheste o Longboard?
O meu pai e o meu irmão já faziam surf e fui seguindo os passos deles, mas como não me divertia, uma vez que apanhava poucas ondas, experimentei o Longboard e passei a divertir-me muito mais.

- Tens algum longboarder favorito, que te inspire a surfar?
São vários os Longboarders preferidos, por isso, gosto de apreciar o que os outros fazem para ver o que está errado ou o que posso melhorar na minha performance.


Foto - Nicolau a executar uma manobra de nose, neste caso um Hang Five. Foto de Miguel Rezendes


- Quais são os teus objectivos na modalidade?
Se calhar, um dia, chegar ao mundial de Longboard.

- Estás em que lugar no campeonato nacional de sub 18?
Neste momento estou em 2.º nos sub 18, e no open estou em 4.º


Foto - Nicolau numa forte "rasgada" de frontside

- Quais as tuas manobras favoritas?
Hangten e drop knee cutback.

- Qual a onda, a nível mundial que gostarias de surfar de longboard?
Existem tantas ondas boas para surfar. Talvez Califórnia.


Foto - Nicolau a executar um Hang Ten

-Tens apoios/patrocínios que te permitam fazer o circuito nacional? Quais?
Tenho um grande patrocínio, o meu pai, sem ele nada era possível.









Sem comentários:

Publicar um comentário

Por opção editorial, o exercício da liberdade de expressão é permitido, excluindo,todos os comentários anónimos com linguagem inapropriada, considerada abusiva, que serão imediatamente apagados. Nas caixas de comentários abertas ao público disponibilizadas pelo Wave Riders Açores em www.waveridersacores.com. Os textos aí escritos podem, por vezes, ter um conteúdo susceptível de ferir o código moral ou ético de alguns leitores, pelo que o Wave Riders Açores não recomenda a sua leitura a menores ou a pessoas mais sensíveis.

As opiniões, informações, argumentações e linguagem utilizadas pelos comentadores desse espaço não refletem, de algum modo, a linha editorial ou o trabalho do Wave Riders Açores.

O Wave Riders Açores reserva-se o direito de proceder judicialmente ou de fornecer às autoridades informações que permitam a identificação de quem use as caixas de comentários em www.waveridersacores.com para cometer ou incentivar atos considerados criminosos pela Lei Portuguesa, nomeadamente injúrias, difamações, apelo à violência, desrespeito pelos símbolos nacionais, promoção do racismo, xenofobia e homofobia ou quaisquer outros.