quinta-feira, 27 de outubro de 2011

"NAZARÉ FAZ HISTÓRIA AO ENTRAR NA CORRIDA PARA OS BILLABONG XXL GLOBAL BIG WAVE AWARDS 2012 COM GARRETT MCNAMARA "


"A Nazaré volta a fazer história no surf em Portugal. O extreme waterman Garrett McNamara entrou na corrida para os Billabong XXL Global Big Wave Awards 2012, considerados os “óscares” do surf de ondas grandes. O surfista havaiano está a concurso na categoria de “Biggest Wave”, com uma onda surfada na Praia do Norte, na Nazaré. É a primeira vez que uma onda portuguesa é referenciada neste galardão.
Foi no passado dia 17 de Outubro que Garrett McNamara e CJ Macias, da Florida, realizaram uma sessão de tow-in, naquela que foi a primeira grande ondulação do projecto, que começou no domingo mas que atingiu o pico na segunda-feira. O extreme waterman apanhou em tow-in a maior onda do ano, a maior dos três dias de ondulação na Praia do Norte. E é com esta onda nazarena que Garrett McNamara está entre os seleccionados para a categoria “Biggest Wave”."
Fonte e mais informações em http://www.praiadonorte.com.pt/

Sem comentários:

Publicar um comentário

Por opção editorial, o exercício da liberdade de expressão é permitido, excluindo,todos os comentários anónimos com linguagem inapropriada, considerada abusiva, que serão imediatamente apagados. Nas caixas de comentários abertas ao público disponibilizadas pelo Wave Riders Açores em www.waveridersacores.com. Os textos aí escritos podem, por vezes, ter um conteúdo susceptível de ferir o código moral ou ético de alguns leitores, pelo que o Wave Riders Açores não recomenda a sua leitura a menores ou a pessoas mais sensíveis.

As opiniões, informações, argumentações e linguagem utilizadas pelos comentadores desse espaço não refletem, de algum modo, a linha editorial ou o trabalho do Wave Riders Açores.

O Wave Riders Açores reserva-se o direito de proceder judicialmente ou de fornecer às autoridades informações que permitam a identificação de quem use as caixas de comentários em www.waveridersacores.com para cometer ou incentivar atos considerados criminosos pela Lei Portuguesa, nomeadamente injúrias, difamações, apelo à violência, desrespeito pelos símbolos nacionais, promoção do racismo, xenofobia e homofobia ou quaisquer outros.