sexta-feira, 28 de abril de 2017

Vai ser construído junto à Praia de Santa Bárbara um Hotel Resort de 260 camas e 70 bungalows no valor de 11 milhões de euros

"Destruam as ondas e não as praias"


"Um hotel  resort com capacidade para 260 camas em 70 bungalows, num investimento no valor de cerca de 11 milhões de euros, vai ser construído num terreno pertença da Câmara Municipal da Ribeira Grande, em frente à praia de Santa Bárbara e junto ao actual eco-resort, soube o ‘Correio dos Açores’.
A nova unidade hoteleira, propriedade de um grupo empresarial privado, foi ontem apresentada na Assembleia Municipal da Ribeira Grande por três promotores do investimento, Carlos Marques, Tiago Delgado e Gonçalo Boavida.
A Assembleia Municipal ouviu a explanação sobre o que vai ser o novo hotel resort que vai criar 60 postos de trabalho e autorizou a cedência do terreno da Câmara ao grupo privado.
O investimento vai ficar concluído no prazo de 24 meses.
Pela utilização do terreno camarário, o grupo privado assume o compromisso de deixar aberto ao público um parque de estacionamento para 200 lugares e criar no parque uma unidade de apoio ao surf.
O grupo empresarial dispõe na zona de outros dois terrenos com a configuração do terreno cedido pela Câmara, o que leva o Presidente da Câmara, Alexandre Gaudêncio a considerar este investimento “benéfico” para a economia local da Ribeira Grande numa altura em que o turismo está em franca expansão”.
Alexandre Gaudêncio está particulamente satisfeito com a dinâmica que o sector do turismo está a alcançar na Ribeira Grande, sobretudo, virado para o mar e tendo como produto turístico o surf, como também pelo aparecimento na cidade de pequenas unidades de alojamento local que criam posto de trabalho e levam os turistas a animar as ruas e o comércio local.
O autarca está empenhado em concluir a frente de mar da Ribeira Grande, num projecto que inclui a construção de uma nova ponte mais a Norte do que a actual para escoamento do trânsicto em direcção às praias e a Ponta Delgada e Lagoa e passeios para os locais circularem ao longo da beira mar tal como já o fazem hoje desde o complexo de piscinas."

Sem comentários:

Publicar um comentário

Por opção editorial, o exercício da liberdade de expressão é permitido, excluindo,todos os comentários anónimos com linguagem inapropriada, considerada abusiva, que serão imediatamente apagados. Nas caixas de comentários abertas ao público disponibilizadas pelo Wave Riders Açores em www.waveridersacores.com. Os textos aí escritos podem, por vezes, ter um conteúdo susceptível de ferir o código moral ou ético de alguns leitores, pelo que o Wave Riders Açores não recomenda a sua leitura a menores ou a pessoas mais sensíveis.

As opiniões, informações, argumentações e linguagem utilizadas pelos comentadores desse espaço não refletem, de algum modo, a linha editorial ou o trabalho do Wave Riders Açores.

O Wave Riders Açores reserva-se o direito de proceder judicialmente ou de fornecer às autoridades informações que permitam a identificação de quem use as caixas de comentários em www.waveridersacores.com para cometer ou incentivar atos considerados criminosos pela Lei Portuguesa, nomeadamente injúrias, difamações, apelo à violência, desrespeito pelos símbolos nacionais, promoção do racismo, xenofobia e homofobia ou quaisquer outros.