segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Azores Islands Pro conta com Josh Kerr

O surfista australiano Josh Kerr, atual nono classificado no 'ranking' mundial, é o mais bem cotado dos 31 inscritos no Billabong Azores Islands Pro, que começa a 26 de setembro em S. Miguel, nos Açores.
A lista de inscritos, segundo a organização, inclui também o português Tiago 'Saca' Pires, atual 11º classificado, que também confirmou a presença nas ondas da Ribeira Grande, na costa norte de S. Miguel.
A Billabong Azores Islands Pro, que se disputa entre 26 de setembro e 2 de outubro, será a antepenúltima prova com o estatuto Prime no circuito mundial de qualificação (WQS) deste ano, além de ser a última com este estatuto que se disputa na Europa.
Os norte-americanos Damien Hobgood (14º), CJ Hobgood (24º) e Patrick Gudauskas (29º) e o havaiano Fred Patacchia (32º) são outros dos surfistas que disputam o circuito mundial ASP e já confirmaram a sua presença nos Açores.
A lista de inscritos inclui ainda, entre outros, os brasileiros Gabriel Medina, Miguel Pupo e William Cardoso, o havaiano John John Florence e os portugueses Nicolau Von Rupp e Justin Mujica, atual campeão nacional.

domingo, 28 de agosto de 2011

Uri Valadão foi o grande vencedor do Sintra Pro

Numa final brasileira, Uri Valadão levou de vencido o seu conterrâneo Eder Luciano, conquistando mais uma vez o título de vencedor do Sintra Pro. (mais informações em http://www.ibaworldtour.com/)

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Azores Island Pro 2011

Ondas de 4 a 5 metros esperadas hoje em Teahupoo

Medidas de segurança adicionais foram já tomadas para a grande ondulação que deverá chegar hoje a teahupoo, este poderá ser um campeonato do World tour com ondas memoráveis, por isso não percam hoje em directo a partir das 17 horas (horas dos Açores) ( directo aqui)



domingo, 21 de agosto de 2011

Na onda com... João Macedo, o big wave rider em entrevista ao Wave Riders Açores

João de Macedo, big wave rider português, que actualmente obteve um excelente 4.º lugar na etapa do Perú do circuito mundial de ondas grandes, em entrevista ao Wave Riders Açores
João de Macedo a dropar uma "montanha" em Mavericks

1- Como tem sido correr o circuito mundial com alguns dos melhores big wave riders mundiais?
tem sido uma experiência incrivel sentir o respeito e fraternidade q realmente existe entre big riders - claro queremos todos passar os nossos heats! - mas ha um espirito q transcende a competição "normal" e sinto q isso é dos contributos mais importantes que o big-riding pode oferecer ao surf profissional e no fundo a todos os outros desportos...

2- Considerando que é comum entre os big wave riders uma preparação física e mental muito especifica, qual a rotina de treinos que tens, para te preparares para enfrentar algumas das ondas mais pesadas do planeta (Ginásio (treino com pesos), treino de apneia, relaxação/meditação, yôga)?
surfar diáriamente indepentemente das condições - desde meio metro cross-shore até 3 metros on-shore... tudo é parte integrante da minha rotina de treino... depois Pilates e Yoga regular tem me ajudado enormemente a gerir o stress mental de caldos e o visualizar de situações intensas - ondas gigantes arrebentar à nossa frente - para me manter calmo e confiante mesmo durante essas situações... adicionalmente o Yoga permite-me visualizar surfar com sucesso ondas grandes - são pensamentos intensos por isso é necessário um ambiente q nos permita permanencer nesse estado de visualização durante algum tempo - não só visualizar um instante e depois pensar noutra coisa qq...

3 - Estou-me a lembrar por exemplo que o Garret Mcnamara consegue aguentar 4 minutos debaixo de água, e tu quantos consegues? fazes treino especifico para isso, tipo rock-running underwater ou outro?

lembro-me de ler de como o Laird Hamilton dizia q não gosta de cronometrar isto ou aquilo... apeneia dinamica, estática...kms a nadar... concordo... claro que é super importante treinar e fazer excercicios complementares especificos para treinar capacidade fisica e respiratório mas as medições disto ou daquilo quando a situação na realidade se apresenta de pouco ou nada contam, porque a violência da pancada é do mais dificil de aguentar - para mim pessoalmente esse aspecto preparo e treino através de yoga e meditação é que se a situação aparecer vai ser sempre diferente, certamente não será numa piscina e ter confiança que temos estado a treinar e focar nas ondas é o principal... lembro-me agora que em piscina, quando estava a tirar o Curso de Treinadores Nivel 2 da Federação Portuguesa de Surf fiz 3mins... já foi há imenso tempo!... e realmente na Fac. de Motorcidade Humana pouco se aprende em termos de realidades práticas e experiência... devia haver mais harmonia entre o conhecimento teórico e prático mas infelizmente a arrogância que por vezes vem do meio académico desportivo faz muitas pessoas com experiência de mar e praia desinteressarem-se e não partilhar mais os seus profundos conhecimento.... enfim, um equilibrio saudável é aquilo a que mais ambiciono

4- Para ti qual o rider do circuito mundial de ondas grandes que tem mais Go for it?

Acho q são momentos... há dias em que os de topo estão mais em sintonia q os outros... mas sem dúvida o Mark Healey, Jamie Sterling, Twiggy, Greg e Rusty Long... o Ian Walsh e o Shane Dorian claro; o Ben Wilkinson; o Garrett, claro... e embora o Laird Hamilton nem esteja no circuito é uma inspiração para todos: um caso à parte de "go for it"!; o Peter Mel: talento e go for it!... enfim não é por acaso q estão no topo

5- Como tem sido o trabalho com a Save the waves coalition e com as reservas mundiais de surf?
tem sido das experiencias mais intensas e ao mesmo tempo gratificantes da minha vida.... sentir q estou a servir a Natureza q tanto me deu, dá-me imensa energia positiva para fazer o que faço em ondas grandes... há a necessidade de nos humildemente render a esta força maior e esquecer as dificuldades que organizações humanas têm em crescer e evoluir... assim focar em nos rendermos para servir o oceano e a Natureza dá-me espirito e confiança q se mesmo que tenha q ir (para outra vida) estou a tentar dar de volta àquilo pelo qual tenho mais paixão e claro é divertido conhecer pessoas no meio ambiental e sentir que estamos a lutar por uma causa justa... mas é dificil... há pessoas muito negativas e mesquinhas mesmo nas organizações mais virtuosas - lição dura! Infelizmente o actual director do Save The Waves tem sido muito negativo comigo e tem sido francamente dificil gerir o meu serviço ao movimento com uma pessoa q se aproveita da nossa energia de forma manhosa... mas é assim! não é tão fácil como parece!!
de maneira que fundamentalmente é uma opção pessoal pôr os meus talentos intelectuais e tempo que investi a estudar (curso na Fac.Nova de Economia; Mestrado em Gestão Desportiva aqui nos EUA) ao serviço do oceano e das orlas costeiras... e se tenho oportunidade de trabalhar com uma equipa estimulante como por exemplo a actual do SOS mais pica dá e é nisso que se foca!

6- No caso dos Açores existem algumas ondas em risco, como Rabo de Peixe em São Miguel, o que achas que poderá ser feito para evitar a perca de ondas de classe mundial?
parte do trabalho - e é excelente ter conhecimento e confirmar que o SOS está activamente a trabalhar nesta campanha - passa sempre por fazer as autoridades públicas perceberem o valor em várias dimensões - desde ambiental até económica e cultural - das ondas e orlas costeiras... no caso de Rabo Peixe espero mesmo que o SOS com a direcção e apoio dos locais dos Açores ajudem a encontrar uma solução mais inteligente e sustentável para esta incrivel onda... tive a sorte de à vários anos - numa viagem com o Pedro Noronha - fundador de um dos meus actuais patrocinadores - Noster Capital - de apanhar vários dias de ondas grandes e perfeitas em Rabo Peixe...

7- Já surfaste ondas grandes nos Açores?
em Rabo de Peixe e na Fajã de Santo Cristo apanhei ondas grandes, mas de 3-4 metros mas sei que dá bem maior do que isso. o Zé (Seabra) falava-me de alguns dos picos espectaculares... o Greg e Rusty tb tem uma afinidade mto grande com estas nossas espectaculares ilhas! temos que mesmo as preservar e ajudar pessoas a perceber o quao valioso é uma onda perfeita!

sábado, 20 de agosto de 2011

Tiago Pires avança para o round 2 apesar de ter ficado em 3º na sua Bateria

BILLABONG PRO TAHITI ROUND 1 MATCH-UPS:
Heat 1: Adrian Buchan (AUS) 11.47, Chris Davidson (AUS) 4.67, Cory Lopez (USA) 12.83
Heat 2: Taj Burrow (AUS) 13.27, Matt Wilkinson (AUS) 14.73, Fredrick Patacchia (HAW) 15.83
Heat 3: Jeremy Flores (FRA) 11.73, Jadson Andre (BRA) 14.40, Travis Logie (ZAF) 16.07
Heat 4: Mick Fanning (AUS) 15.23, Tiago Pires (PRT) 7.97, Gabe Kling (USA) 13.97
Heat 5: Jordy Smith (ZAF), Raoni Monteiro (BRA), Ricardo dos Santos (BRA)
Heat 6: Kelly Slater (USA), Daniel Ross (AUS), Heiarii Williams (PYF)
Heat 7: Owen Wright (AUS), Heitor Alves (BRA), Kai Otton (AUS)
Heat 8: Joel Parkinson (AUS), C.J. Hobgood (USA), Adam Melling (AUS)
Heat 9: Bede Durbidge (AUS), Alejo Muniz (BRA), Taylor Knox (USA)
Heat 10: Damien Hobgood (USA), Patrick Gudauskas (USA), Brett Simpson (USA)
Heat 11: Michel Bourez (PYF), Kieren Perrow (AUS), Dusty Payne (HAW)
Heat 12: Adriano de Souza (BRA), Julian Wilson (AUS), Josh Kerr (AUS)
Mais informações em http://www.aspworldtour.com/



quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Vert # 106 já nas bancas


Nesta edição podem ver uma fotografia/texto dos riders açorianos Miguel "Sabiá" Furtado e Pedrim Correira . Fonte: Ricardo Amaral


segunda-feira, 15 de agosto de 2011

SOS RABO DE PEIXE - "Litoral de Rabo de Peixe é uma Lixeira"

É muito importante investir milhões de euros em infraestruturas, mas tão ou mais importante é investir na educação e formação das pessoas, de forma a que, as gerações futuras não continuem, por exemplo, a ter uma lixeira no litoral de Rabo de Peixe (ver aqui por exemplo). Infelizmente, ainda se verifica hoje em dia em Rabo de Peixe, um grande desinvestimento na formação e educação das pessoas, apesar de muito já se ter feito.

Clica na imagem para ampliar

Clica na imagem para ampliar

Fonte e texto original: Atlântico Expresso de 15.08.2011

sábado, 13 de agosto de 2011

Jeff Hubbard venceu um dos melhores campeonatos da história do Bodyboard Mundial

Jeff Hubbard venceu o Puerto Escondido Zicatela Pro com um desempenho irrepreensível, foi vê-lo a voar como só ele sabe fazer, batendo na final o aussie Ryan Hardy, que não teve as mesmas "asas" para conseguir acompanhar o havaiano voador. Este campeonato é já considerado por muitos como um dos melhores campeonatos da história do bodyboard. Mais informação (aqui)
Jeff Hubbard a voar para a vitória

Magno Oliveira - Melhor tubo do Zicatela Pro... até agora

Puerto Escondido Zicatela Pro - Round 4

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Puerto Escondido - Zicatela Pro 1.º Round

 Tive oportunidade de acompanhar ontem em directo este 1.º  round e posso dizer que foi um grande espectáculo de bodyboard, pena que os portugueses Gastão Entrudo e Manuel Centeno não tenham tido muita sorte nos seus heats.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011