domingo, 1 de novembro de 2009

Circuito Regional de Bodyboard e Surf da ASSM

Nesta última etapa, estava ainda em jogo o título de campeão regional de Bodyboard, visto que no Surf, Weverton Nunes já tinha assegurado a vitória.
A disputa pelo ceptro de campeão micaelense de bodyboard, foi discutida, praticamente, até ao apito da buzina, uma vez que, Pedro Correia, ainda tinha hipóteses de conseguir o título, e por isso não deu tréguas a Ricardo Ferreira, efectuando boas ondas, com vários ARS, 360º normais e invertidos, mas, apesar disso, Ricardo Ferreira não deixou os seus créditos por mãos alheias, e com ondas muito fortes; uma onda com um tubo limpo, outra com 2 El Rollos bem projectados, uma com um El Rollo e ARS, e outra que foi decisiva, em que realizou um potente Invert, arrumando assim, de uma vez por todas, a história deste circuito no que respeita ao Bodyboard.
No Surf, Diogo Medeiros, de apenas 14 anos, venceu esta etapa, vendendo cara a vitória do circuito a Weverton Nunes, que nesta última etapa, esteve uns furos abaixo da sua forma habitual. Nesta disciplina não houve muito para contar, uma vez que, a pouca adesão e a falta de comparência, por parte de alguns surfistas de São Miguel foi fulcral, para a pouca competição nesta categoria, havendo pelo menos, meia dúzia de surfistas que poderiam ter entrado neste circuito e talvez assim, a história tivesse tido outro desfecho...
Quanto à organização, fica uma nota positiva para a Associação de Surf de São Miguel, que com parcos recursos financeiros, comparativamente a outras organizações, e com uma estrutura organizacional esforçada, conseguiu manter de pé um circuito de Surf e Bodyboard de 6 etapas, com a homologação da Federação Portuguesa de Surf.
Como nota final, tanto no Surf como no Bodyboard micaelense, todos os atletas saíram a ganhar, visto que o circuito, proporcionou o ganho de algum ritmo competitivo aos wave riders, e no geral, houve sempre um espírito muito positivo de companheirismo e de socialização entre todos os presentes. De relevar também, todos os jovens que competiram pela primeira vez, e que de certa forma, asseguraram o futuro competitivo das duas modalidades em São Miguel.
Brevemente estarão disponíveis os Rankings das duas modalidades.

Foto: Weverton Nunes, Campeão Micaelense de Surf, ganhou uma viagem a Lisboa para duas pessoas


Foto: Ricardo Ferreira, Campeão Micaelense de Bodyboard, ganhou uma viagem a Lisboa para duas pessoas.
Foto: Rodrigo Rijo, Campeão Micaelense Sub 16
Foto: Diogo Medeiros, Vice Campeão Micaelense e campeão Sub 16, numa boa direita, ganhou uma prancha personalizada, pelo shaper e presidente da ASSM, João Brilhante
Foto de Carlos Duarte

Foto: Diogo Medeiros, numa esquerda com bom aspecto

Foto de Carlos Duarte
Foto: Os Júris desta última etapa.

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Este blog não foi criado nem dá espaço para insultos que possam ferir ou atentar contra o nome de terceiros, por esse motivo, todos os comentários que ofendam ou possam ofender instituições ou pessoas, com linguagem de cariz insultuoso serão logo apagados.

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  4. Alexandre China irmão, estava aqui vendo para onde meu perfil tinha ido no google e te vejo aqui no blog em açores... show camarada esta foto sua me deu saudades de vc irmão, se puder entre lá no meu blog gcprofile.blogspot.com para matar as saudades aqui de Itacoa, abração.

    ResponderEliminar

Por opção editorial, o exercício da liberdade de expressão é permitido, excluindo,todos os comentários anónimos com linguagem inapropriada, considerada abusiva, que serão imediatamente apagados. Nas caixas de comentários abertas ao público disponibilizadas pelo Wave Riders Açores em www.waveridersacores.com. Os textos aí escritos podem, por vezes, ter um conteúdo susceptível de ferir o código moral ou ético de alguns leitores, pelo que o Wave Riders Açores não recomenda a sua leitura a menores ou a pessoas mais sensíveis.

As opiniões, informações, argumentações e linguagem utilizadas pelos comentadores desse espaço não refletem, de algum modo, a linha editorial ou o trabalho do Wave Riders Açores.

O Wave Riders Açores reserva-se o direito de proceder judicialmente ou de fornecer às autoridades informações que permitam a identificação de quem use as caixas de comentários em www.waveridersacores.com para cometer ou incentivar atos considerados criminosos pela Lei Portuguesa, nomeadamente injúrias, difamações, apelo à violência, desrespeito pelos símbolos nacionais, promoção do racismo, xenofobia e homofobia ou quaisquer outros.